14 de fevereiro de 2014

Chuvas intensas geram prejuízos no sector hortícola da Região Oeste


http://www.publico.pt/multimedia/video/oeste-agricultura-afetada-pelo-mau-tempo-2014213200135

As chuvas intensas que decorreram nos últimos dias, no seguimento de um inverno muito rigoroso, levaram ao alagamento de áreas consideráveis da produção hortícola da Região Oeste.  Este fenómeno levou a uma destruição de parte considerável da produção de hortícolas e à redução de qualidade da restante produção. As culturas mais afectadas foram as couves (couve coração de boi, lombarda, flôr e bróculo), em consequência vão atrasar-se as plantações e sementeiras que estão por realizar, com especial destaque para as couves e para a cultura da batata.


O ano já não corria bem, com preços bastante desfavoráveis pagos ao produtor, por vezes abaixo dos custos de produção, mas agora tornou-se pior, pois para além das perdas consequentes do mau tempo, os preços pagos ao produtor no mercado nacional continuam muito baixos e a produção destinada ao mercado internacional sofreu perdas de qualidade que impossibilitam a sua exportação. Conjugados estes factores, prevêem-se um prejuízo médio de 30 a 50% na produção e vendas das culturas afectadas. O mercado de exportação foi o mais afectado.

Algumas notícias on-line:

TVi 24 (aqui)
Rádio Renascença (aqui)
Jornal de notícias (aqui)
Diário de notícias (aqui)
ionline (aqui)
oesteglobal (aqui)