27 de maio de 2013

Prevenção e combate à podridão cinzenta (Botrytis cinerea) na cultura do tomate

 
A podridão cinzenta representa um dos principais problemas fitossanitários da cultura do tomate, em especial quando cultivada em estufa, causando elevados prejuízos se não for controlado atempadamente.

Num ano em que as condições climáticas foram especialmente propícias para o desenvolvimento desta doença, a AIHO divulga um novo documento técnico que reúne um conjunto de medidas aconselhadas internacionalmente para combater e prevenir a doença, assim como uma listagem dos produtos fitofarmacêuticos autorizados em Portugal para esta finalidade.

O documento está disponível aqui.

24 de maio de 2013

1º Congresso Internacional de Frutas Legumes e Flores reuniu mais de 200 profissionais do sector

O primeiro Congresso Internacional de Frutas Legumes e Flores, organizado pela associação Portugal Fresh, decorreu no Mercado Abastecedor da Região de Lisboa (MARL) e reuniu mais de 200 profissionais do sector. Foi uma iniciativa importante para juntar ideias e pensar o futuro da agricultura em Portugal e a sua relação com o mercado interno e externo. A AIHO participou nesta iniciativa e também teve espaço de intervenção no debate, participando no segundo painel da manhã, com o tema "Adaptar a produção aos novos desafios do mercado" (apresentação disponível aqui).

Notícia da SIC sobre o congresso:

20 de maio de 2013

Isenção de pagamento da taxa do audiovisual - renovações até 31 de Maio

Esta isenção destina-se a consumidores não domésticos de energia eléctrica cuja actividade esteja classificada para obtenção deste apoio. As explorações agrícolas em geral poderão beneficiar desta isenção através de uma candidatura que poderá ser realizada em qualquer momento, no entanto, os actuais beneficiários da isenção deverão recandidatar-se até dia 31 de Maio. As parcelas de terreno afectadas por esta medida terão de ter parcelário actualizado para possibilitar a candidatura.

Os beneficiários que não renovem a sua isenção até dia 31 de Maio perderão a isenção mas podem voltar a candidatar-se a qualquer momento.

O pedido de isenção de pagamento poderá ser realizado através da aplicação iDigital, do portal do IFAP, ou através de uma Direcção Regional de Agricultura e Pescas ou outra entidade credenciada.

Para mais informação consulte o portal do IFAP (aqui).

9 de maio de 2013

Manual digital gratuito: Produtos fitofarmacêuticos - pH ideal e modos de acção das substâncias activas autorizadas em Portugal

A AIHO lançou um novo manual que pretende ser uma ferramenta para todos os técnicos e agricultores do país e que está disponível em formato digital e de forma gratuita neste site. O lançamento decorreu em Póvoa de Penafirme a 23 de Abril e teve o apoio das empresas Hanna Instruments e SAPEC. Este manual concentra pela primeira vez valores de referência para o pH óptimo de todas as substâncias activas disponíveis no mercado e autorizadas para as diversas culturas praticadas em Portugal. Inédito também é a forma de organização dos seus conteúdos através de um código de cores que agrupa a totalidade das substâncias activas em função do seu modo de acção.

A versão em papel pode ser adquirida na sede da AIHO com um custo de 5€ (s/IVA).

Louricoop, CRL - Associados AIHO

A LOURICOOP – Cooperativa de Apoio e Serviços do Concelho de Lourinhã, C.R.L.- foi constituída a 10 de Dezembro de 1976, por vinte agricultores, com o objectivo de desenvolver e valorizar o associativismo no sector agrícola e tornar mais competitiva a actividade do agricultor. Iniciou a sua actividade em Setembro de 1977 e no final desse ano contava já com 2261 associados, sendo actualmente 5550. Tem ao seu serviço 50 funcionários, entre os quais três engenheiros agrónomos e está classificada entre as cem maiores empresas do Oeste.

A sua sede está instalada na vila da Lourinhã, possuindo ainda um armazém em S. Bartolomeu e dez delegações distribuídas pelo concelho.

A LOURICOOP tem como actividade principal o fornecimento de factores de produção aos seus associados, prestando igualmente diversos serviços complementares à actividade agrícola, tais como: apoio técnico especializado, formação profissional, manutenção e reparação de máquinas agrícolas, apoio contabilístico e administrativo.