23 de maio de 2011

Reabertura de Candidaturas ao PRODER - Jovens Agricultores

Depois de reformuladas as regras de candidatura à acção 1.1.3. que se destina a apoiar a primeira instalação de jovens agricultores que realizem investimentos de desenvolvimento e adaptação das suas explorações agrícolas, no próximo dia 1 de Junho inicia nova fase de candidaturas.

Os apoios são concedidos sob a forma de subsídio não reembolsável:
  • Produção primária (componente I) - 60 ou 50% do valor do investimento elegível, consoante a exploração agrícola se localize, ou não, em zona desfavorecida;
  • Transformação e comercialização (componente II) - 40% do valor do investimento elegível.

Reforço do Crédito PME 2010

"A linha de crédito PME 2010 destinada aos sectores agrícola e pecuário foi reforçada em 50 M€ por via do Decreto-Lei nº41/2011.
Esta linha caracteriza-se por empréstimos pelo prazo máximo de 6 anos, com juros bonificados, com a possibilidade de 2 anos de carência de capital.

Foi criada com o objectivo de reforçar o fundo de maneio necessário ao desenvolvimento das actividades, liquidar dívidas junto de instituições de crédito ou de fornecedores de factores de produção e disponibilizar meios para financiar operações de investimento – que não sejam investimentos em curso com outro tipo de financiamento nacional ou comunitário.

Associação de Horticultores de Torres Vedras - Associados da AIHO


Fundada a 25-7-1994, o objecto social da Associação de Horticultores de Torres Vedras consiste na defesa dos interesses dos Horticultores da região. Em 2001 obteve o reconhecimento como Organização de Agricultores de Protecção Integrada em Hortícolas atribuído pela DGPC/MADRP. Trata-se de uma Associação fundada por agricultores e para os agricultores. Para concretizar os seus objectivos, a AHTV desenvolve inúmeras actividades para os seus sócios, de uma forma directa ou indirecta, através de parcerias e apoios com entidades públicas e privadas. Destacam-se as seguintes actividades:
  • Acompanhamento técnico a diversos produtores de culturas hortícolas em estufa e em ar livre, em Protecção Integrada, apoio na produção e comercialização;
  • Divulgação promocional e temática dos produtos hortícolas da Região Oeste;
  • Elaboração de candidaturas/inscrições de subsídios e projectos de investimento no âmbito dos programas do MADRP, nomeadamente nos projectos:
    • Investimentos de Pequena Dimensão;
    •  Instalação de Jovens Agricultores;
    •  Modernização e Capacitação das Empresas Agrícolas;
    •  Restabelecimento do Potencial Produtivo
  • Prestação de serviços de análises químicas de carácter agrícola e largadas de insectos auxiliares;
  • Apoio no campo a ensaios de instituições de ensino e de empresas de agroquímicos;
  • Administração de Cursos de formação profissional para agricultores: Empresários Agrícolas, Protecção Integrada em Hortícolas e outros;
  • Parceria com CMTV e Recimicro no encaminhamento dos resíduos plásticos obtidos da actividade hortícola para reciclagem

Autorizações recentes de Usos Menores solicitados pela AIHO

A AIHO está a efectuar vários pedidos de uso menor no sentido de aumentar o número de produtos possíveis de aplicar em várias culturas hortícolas, de forma a aumentar o número de ferramentas disponíveis para a gestão de pragas e doenças, complementando assim as práticas culturais.

Informa-se que os seguintes produtos foram recentemente autorizados, embora não estejam divulgados no site da DGADR:


Epik SG - O poder da inovação

O EPIK SG é um insecticida sistémico que actua por ingestão e contacto e apresenta-se sob a forma de grânulos solúveis em água contendo 20% (p/p) de acetamiprida (família química dos cloronicotinilos).

O EPIK SG encontra-se homologado para diversas culturas nomeadamente tomateiro, pimenteiro, beringela, pepino, batateira, alface, melancia, melão entre outras, para pragas como Afídeos, Moscas Brancas, Escaravelho da batateira, Epitrix similaris sem afectar um grande número de artrópodes auxiliares como abelhas ou abelhões (mais informações acerca do produto aqui).