14 de janeiro de 2011

Colaboração na Elaboração de Diagnósticos e Planos de Formação

A AIHO pretende colaborar com os seus associados e com todas as empresas / explorações agrícolas do sector hortícola e da região na elaboração dos diagnósticos de necessidade de formação dos trabalhadores e respectivos planos de formação anuais e/ou plurianuais, em conformidade com as exigências constantes no artigo 13º da Lei n.º 105/2009. Um serviço gratuito para todos os associados.

 Estando acreditada como entidade formadora, a AIHO está interessada em organizar diversas acções de formação certificadas que, respondendo às exigências legais em vigor no âmbito da formação contínua, vão de encontro às necessidades e objectivos dos interessados, podendo decorrer nos locais de trabalho e, em parte, em contexto de trabalho e com horários flexíveis.

No sentido de rentabilizar esforços, sempre que as empresas / explorações agrícolas não possuam um número de formandos suficientes para assegurar uma turma de formação, pretendemos reunir formandos de origens diferentes em locais comuns, o mais próximo possível dos seus postos de trabalho, para formar uma turma.

No caso das empresas / explorações de maior dimensão que possuam quadros técnicos que asseguram formação interna, manifestamos o nosso interesse em colaborar nessa formação, entre outras formas, através da elaboração dos programas e registos de formação assim como na emissão de diplomas de formação certificados, contribuindo assim para a melhoria dos serviços prestados e para a qualidade e reconhecimento da formação leccionada aos trabalhadores.
Mais informação: Formação Profissional

Curso de Operador de Empilhadores

O empilhador é um equipamento que assume uma importância relevante no sector hortícola da região, no transporte de produtos e de factores de produção. No entanto, manobrá-lo é um acto complexo que exige alguma perícia por parte do seu operador. A adequada formação do operador é fundamental na promoção da segurança no trabalho mas também para retirar maior proveito do equipamento, reduzir os custos de manutenção e aumentar a sua vida útil. Por estes motivos, e respondendo às exigências legais em vigor, a AIHO promove um curso de Operador de Empilhador, de 16h, leccionado por um formador  com larga experiência de formação em Mecanização Agrícola e Industrial e em Segurança no Trabalho. Formaremos várias turmas e em diversos locais na região. Sempre que o número de formandos o justifique a formação poderá ocorrer nos locais de trabalho.

Estão Abertas as inscrições e as acções de formação iniciam em Fevereiro, podendo-se repetir e prolongar a qualquer momento, consoante o número de interessados.

Clicar em "Ler mais..." para ver o programa

Curso de Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos II

O primeiro curso de Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos em 2011, organizado pela AIHO, ocorrerá nas instalações da Hortorres e inicia no dia 1 de Fevereiro, 3ª feira, pelas 15h. Terá como formadores a Eng. Carla Miranda e o Eng. Nuno Cajão. A turma já está completa, com 16 formandos, mas as inscrições continuam abertas para uma segunda turma cuja data e local de formação ainda não estão definidos, pois dependerão do número de formandos inscritos e das suas localizações.



Sessão de Divulgação / Esclarecimento - PRODER

No âmbito da acção "Modernização e Capacitação das Empresas", cujo concurso se prolonga até dia 28 de Fevereiro, o PRODER organiza uma sessão de informação e esclarecimento, em cada DRAP, para todos os potenciais interessados sobre todos os aspectos relativos a este concurso.

A DRAP LVT promoverá a sua sessão no dia 21 de Janeiro, no Auditório da EZN - Quinta da Fonte Boa, no Vale de Santarém, que decorrerá entre as 14h30 e as 17h30.

Para mais informações consulte o site do PRODER, aqui e aqui

Comunicação com Partidos Políticos

No passado mês de Dezembro, vários partidos políticos - PSD; PS e CDS/PP - contactaram a AIHO para recolher informação relativamente ao processo de recuperação das infra-estruturas destruídas pelas intempéries e ao restabelecimento do potencial produtivo da região. Este contacto entre produtores, associações e partidos políticos  proporcionou o debate  e a exposição de algumas das principais preocupações do sector hortícola da região, num momento que assume especial importância pelo debate de reformulação da PAC, assim como pelos cortes previstos  no Orçamento de Estado.


O Ministro da Agricultura, António Serrano, voltou a marcar presença na região, tendo visitado algumas das infra-estruturas reconstruídas após as intempéries e sublinhado a importância da hortofruticultura e floricultura para a economia portuguesa, onde se destaca a Região Oeste, que no seu conjunto ultrapassa o sector vitivinícola.


 A AIHO reconhece a importância deste contacto, pois a proposta política não pode distanciar-se das realidades concretas. Pelo que estaremos sempre disponíveis para contactar com os diversos actores sociais que pretendam de algum modo pensar e discutir a agricultura portuguesa e em particular a horticultura da Região Oeste, um sector realmente produtivo, com relevância nas exportações e que gera emprego.

Curiosidade: